quinta-feira, 1 de novembro de 2012

SANTOS DO MÊS DE NOVEMBRO- SANTA ISABEL E ZACARIAS

Visitaçao.jpg (10167 bytes)
Santa Isabel e Zacarias
Viveram no primeiro século e foram os pais de João Batista, santo que antecedeu Jesus e O batizou. Eram primos. Tudo que sabemos deles é encontrado no primeiro capitulo do Evangelho de São Lucas.
"Ambos muito honestos e íntegros aos olhos do Senhor observando todos os mandamentos e os ensinamentos de Deus com alegria. Zacarias era um sacerdote no Velho convento e Isabel era da Família de Araon.
Tendo chegado a uma idade madura sem terem filhos Zacarias, quando orava no templo teve uma visão de um anjo, que disse a ele que suas preces haviam sido atendidas e que em breve teriam um filho. Talvez para prevenir que Zacarias pecasse contra a fé e a esperança ele ficou meio bobo até o nascimento do seu filho que era para ser chamado João, " aquele que receberia o Espirito Santo ainda no útero de sua mãe, e que traria muitos filhos de Israel de volta para o Senhor seu Deus".
Isabel recebeu a visita de Maria, mãe de Jesus, e  na época Maria cantou um hino de homenagem a Isabel, hoje conhecido como o "Magnificat" embora alguns manuscritos indicam que foi Isabel quem teria cantado o hino.
Na época, em geral, uma criança receberia o nome de um parente já falecido. Isto era o que os amigo e vizinhos de Isabel e Zacarias esperavam, mas Isabel insistiu que ele deveria se chamar João e seu pai escreveu que concordava.
O Cântico de Zacarias chamado hoje de "Benedictus" é diariamente rezado pelos cristãos na oração da manhã e faz parte do breviário.
"Bendito o Senhor Deus de Israel
Ele veio para salvar o seu povo
Ele nos elevará ao poderoso Senhor
Nascido da casa de seu servo David
Através de Seus poderosos profetas Ele prometeu
Que nos salvará de nossos inimigos
Das mãos daqueles que nos odeiam
Ele prometeu misericórdia ao nosso pais e
Lembrar do Sua sagrado convenção
Este foi o juramento que Ele jurou ao nosso pai Abraão
Nos livrar das mãos dos nossos inimigos
Nos livrar para adora-Lo sem medo
Integro e santamente a sua vista
Todos os dias de nossa vida
Você meu filho será chamado o profeta do Mais Elevado
Porque você irá preparar a chegado do Senhor
E preparar seu caminho
Para dar ao Seu povo o conhecimento da salvação e
O perdão de seus pecados
Na terna compaixão de nosso Deus
A alvorada das alturas cairá sobre nós
Para iluminar aqueles que estão nas trevas e nas
Sombras da morte, e guiar nossos passos
Para o caminho da paz ".

A tradição, apoiada por São Basílio e São Cyrilo da Alexandria, assegura que Zacarias morreu como um mártir, morto pelos romanos no templo "entre o pórtico e o altar" a mando de Herodes, porque ele recusou a revelar onde se encontrava seu filho João. Entretanto, cumpre observar que os arquivos da Martirologia Romana não noticiam este incidente.
Na arte litúrgica da Igreja Isabel é mostrada como uma senhora já idosa, segurando o filho João, o Batista ; ou grávida saudando a Virgem.
Zacarias geralmente mostrado como um velho padre com uma vela e as vezes no nascimento de João ou ainda segurando uma vela iluminada.
No evangelho de São Lucas ela é mostrada com a Virgem Maria na "Visitação" onde a Santa recita o : " Salve Maria, Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus".
A festa de Isabel é celebrada no dia 5 de novembro
A festa de Zacarias é celebrada no 5 de novembro no Ocidente e no dia 15 de novembro na Igreja Oriental.
CURIOSIDADE SOBRE O CÂNTICO DE ZACARIAS O "BENEDICTUS"

Benedictus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zacarias com o Benedictus.
Ícone no mosteiro de Kizhi, na Rússia.
O Benedictus (também conhecido como Canção de Zacarias ou Cântico de Zacarias) é um dos três cânticos - juntamente com o Magnificat e o Nunc dimittis - que aparecem no capítulo inicial do Evangelho de Lucas (Lucas 1:68-79). É uma canção de agradecimento a Deus proferida por Zacarias por ocasião do nascimento de seu filho, João Batista.
O cântico todo pode ser dividido em duas partes. A primeira (versículos 68 a 75) é uma canção de agradecimento pelo cumprimento das esperanças messiânicas da nação judaica, mas com um tom cristão característico. Como há muito, na família de David nasceria o poder para defender a nação contra seus inimigos e agora, novamente, aquele que há tanto lhes havia sido privado e há tanto esperavam, lhes fora restaurado, mas num sentido mais elevado e espiritual. O corno é um sinal de poder e o "corno da salvação"[nota a] significava o poder de libertação. Ao mesmo tempo que os judeus impacientemente suportaram o fardo do domínio romano, eles continuaram esperando pela época em que a Casa de David seria seu libertador. Esta libertação agora estaria próxima e Zacarias notou que esta seria o cumprimento do juramente do de Deus a Abraão, mas ela é descrita como uma libertação não em termos de poderes terrenos, mas "em santidade e justiça diante dele por todos os nossos dias".
A segunda parte do cântico é um discurso de Zacarias ao seu próprio filho, que teria um importante papel no esquema da Redenção, pois ele seria um profeta e pregaria a remissão dos pecados antes da "vida da Aurora lá do alto". A profecia de que "…irás ante a face do Senhor preparar os seus caminhos" era uma alusão às já muito conhecidas palavras do profeta Isaías («Preparai no deserto o caminho de Jeová, endireitai no ermo uma estrada para o nosso Deus» (Isaías 40:3)[1]), que depois João irá assumir como sua própria missão («Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías» (João 1:23)[1]), e que todos os três evangelhos sinóticos adotaram («Pois é a João que se refere o que foi dito pelo profeta Isaías: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas» (Mateus 3:3)[1], «Conforme está escrito no profeta Isaías: Eis aí envio eu ante a tua face o meu anjo, Que há de preparar o teu caminho;» (Marcos 1:2)[1] e «Como está escrito no livro das palavras do profeta Isaías: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas;» (Lucas 3:4)[1]).
Liturgia
Na Igreja Católica, o Benedictus é parte das Laudes, provavelmente por que é uma canção de agradecimento pela vinda do Redentor na primeira parte do cântico. Acredita-se que tenha sido introduzida pela primeira vez por São Bento.[2] De acordo com Durandus, as alusões à vida de Cristo na forma de um "sol nascente" ("aurora") também teve influência nesta decisão. Ele também aparece em vários outros serviços litúrgicos, principalmente no funeral, no momento do enterro, quando as palavras de agradecimento pela Redenção tem um lugar especial na crença cristã.
O cântico aparece também no Livro de Oração Comum da Comunhão Anglicana e aparece em diversos serviços. É também utilizado pela Igreja Luterana nas Matinais.
Original grego
Εὐλογητὸς κύριος ὁ θεὸς τοῦ Ἰσραήλ,
ὁτι ἐπεσκέψατο καὶ ἐποίησεν λύτρωσιν τῷ λαῷ αὐτοῦ,
καὶ ἠγειρεν κέρας σωτηρίας ἡμῖν
ἐν οἴκῳ Δαυὶδ παιδὸς αὐτοῦ,
καθὼς ἐλάλησεν διὰ στόματος τῶν ἀγίων ἀπ' αἰῶνος προφητῶν αὐτοῦ,
σωτηρίαν ἐξ ἐχθρῶν ἡμῶν καὶ ἐκ χειρὸς πάντων τῶν μισούντων ἡμᾶς
ποιῆσαι ἔλεος μετὰ τῶν πατέρων ἡμῶν
καὶ μνησθῆναι διαθήκης ἀγίας αὐτοῦ,
ὅρκον ὃν ὤμοσεν πρὸς Ἀβραὰμ τὸν πατέρα ἡμῶν,
τοῦ δοῦναι ἡμῖν
ἀφόβως ἐκ χειρὸς ἐχθρῶν ῥυσθέντας
λατρεύειν αὐτῷ ἐν ὁσιότητι
καὶ δικαιοσύνῃ ἐνώπιον αὐτοῦ πάσαις ταῖς ἡμέραις ἡμῶν.
Καὶ σὺ δέ, παιδίον, προφήτης ὑψίστου κληθήσῃ,
προπορεύσῃ γὰρ ἐνώπιον κυρίου ἑτοιμάσαι ὁδοὺς αὐτοῦ,
τοῦ δοῦναι γνῶσιν σωτηρίας τῷ λαῷ αὐτοῦ
ἐν ἀφέσει ἀμαρτιῶν αὐτῶν,
διὰ σπλάγχνα ἐλέους θεοῦ ἡμῶν,
ἐν οἷς ἐπισκέψεται ἡμᾶς ἀνατολὴ ἐξ ὑψους,
ἐπιφᾶναι τοῖς ἐν σκότει καὶ σκιᾷ θανάτου καθημένοις,
τοῦ κατευθῦναι τοὺς πόδας ἡμῶν εἰς ὁδὸν εἰρήνης.
----
        Latim (Vulgata)
[3]
Benedictus Dominus Deus Israel; quia visitavit et fecit redemptionem plebi suae
et erexit cornu salutis nobis, in domo David pueri sui,
sicut locutus est per os sanctorum, qui a saeculo sunt, prophetarum eius,
salutem ex-inimicis nostris, et de manu omnium, qui oderunt nos;
ad faciendam misericordiam cum patribus nostris, et memorari testamenti sui sancti,
iusiurandum, quod iuravit ad Abraham patrem nostrum, daturum se nobis,
ut sine timore, de manu inimicorum liberati, serviamus illi
in sanctitate et iustitia coram ipso omnibus diebus nostris.
Et tu, puer, propheta Altissimi vocaberis: praeibis enim ante faciem Domini parare vias eius,
ad dandam scientiam salutis plebi eius in remissionem peccatorum eorum,
per viscera misericordiae Dei nostri, in quibus visitabit nos oriens ex-alto,
illuminare his, qui in tenebris et in umbra mortis sedent, ad dirigendos pedes nostros in viam pacis.
------------------
Em português (Tradução Brasileira[4])
Bendito seja o Senhor Deus de Israel, Porque visitou e remiu o seu povo,
E nos suscitou um libertador poderoso Na casa de Davi, seu servo,
(Como anunciou desde o princípio pela boca dos seus santos profetas),
Para nos livrar dos nossos inimigos e da mão de todos os que nos odeiam;
Para usar de misericórdia com nossos pais, E lembrar-se da sua santa aliança,
Do juramento que fez a Abraão, nosso pai,
De conceder-nos que, livres da mão dos nossos inimigos, O servíssemos sem temor,
Em santidade e justiça diante dele por todos os nossos dias.
Sim, e tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo, Porque irás ante a face do Senhor preparar os seus caminhos,
Para dar ao seu povo conhecimento da salvação Na remissão dos seus pecados,
Devido à entranhável misericórdia de nosso Deus, Pela qual nos visitará a aurora lá do alto,
Para alumiar os que estão de assento nas trevas e na sombra da morte, Para dirigir os nossos pés no caminho da paz.
----------
Em português (Tradução de João Ferreira de Almeida - 1819[5])
Bendito o Senhor Deus de Israel, porque visitou, e redimiu a seu povo;
E nos levantou o corno da salvação na casa de Davi seu servo;
Como falou por boca de seus santos Profetas, que desde o princípio do mundo houve;
Que nos livraria de nossos inimigos, e da mão de todos os que nos aborrecem.
Para fazer misericórdia a nossos pais, e se lembrar de seu santo concerto;
E do juramento, que jurou a Abraão nosso pai que nos havia de dar;
Que libertados da mão de nossos inimigos, o serviríamos sem temor,
Em santidade e justiça diante dele, todos os dias de nossa vida.
E tu, ó menino, Profeta do Altíssimo serás chamado; porque diante da face do Senhor hás de ir, a aparelhar seus caminhos;
Para dar a seu povo conhecimento da salvação, em remissão de seus pecados;
Pelas entranhas da misericórdia de nosso Deus, com que o Oriente do alto nos visitou;
Para aparecer aos que assentados estão nas trevas, e em sobra de morte; para endereçar nossos pés pelo caminho da paz.
FONTE:http://pt.wikipedia.org/wiki/Benedictus
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

FINADOS E MENSAGENS DE CONFORTO
















PADRE MARCELO ROSSI
ORAÇÃO DE CURA DA PERDA DE ENTES QUERIDOS
Deus Pai, obrigado pela vida do meu ente querido (diga o nome de seu ente querido).
Na vossa infinita bondade, quisestes que ele fizesse parte de minha vida.
Creio que foi o Senhor quem lhe deu a vida e que ele (a) morreu não por vossa culpa, mas terminou seu tempo neste mundo. Como eu gostaria que ele (a) estivesse aqui comigo.
Deus Pai, não quero mais r...
eclamar e exigir a presença dele (a) comigo. Isto já não é mais possível.
Deus pai, eu vos agradeço e vos louvo pelo tempo que ele (a) esteve comigo.
Quero vos entregar para sempre meu ente querido (diga o nome).
Ele saiu das vossas mãos.
Acolhei-o, agora, em vossos braços e perdoai seus pecados, como acolhestes e perdoastes o filho pródigo.
Pai, enviai vosso Espírito Santo, para que Ele cure meu coração desta dor. Vinde, Espírito Santo, preenchei o vazio que ficou em mim pela falta deste meu ente querido.
Espírito Santo, apagai dentro de mim a imagem de quando o vi morto. Não quero mais lembrá-lo desfigurado, frio e sem vida.
Espírito Santo, limpai-me destas imagens negativas. Fazei-me relembrar, agora, aquelas imagens mais lindas que tive dele.
Jesus, curai meu coração, para que eu sempre lembre do meu ente querido (diga o nome) com essas imagens lindas. (Nome do ente querido), eu o perdôo, por você ter morrido, por não estar mais comigo e me causar esta dor.
E eu me perdôo por todas as coisas que fiz contra você (diga o nome).
Não pude pedir-lhe perdão, por isso, onde quer que você esteja, eu lhe peço perdão, por aquilo que o ofendi.
Maria, colocaram Jesus em vossos braços, quando o tiraram da cruz, e eu também entrego e consagro para sempre este meu ente querido e minha vida para vós.
Cuidai dele e de mim. Maria minha Mãe, ajudai-me seguir a Jesus, para que, por toda a eternidade, eu possa viver feliz junto com este meu ente querido. Amém.

Termine esta oração rezando 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e leia Eclesiástico, capítulo 38, versículos de 16 à 24).


TERÇO DAS ALMASNas contas do Pai-Nosso:
Meu Bom Jesus, não me deixeis morrer sem receber os últimos sacramentos.

Nas três contas pequenas:
Meu Jesus misericordioso, meu Deus: creio em Vós porque sois a mesma verdade. Espero em Vós porque sois fiel às vossas promessas. Amo-Vos porque sois infinitamente bom e amável.

Nas contas da Ave-Maria:
Doce coração de Maria, sede a minha salvação.
 ORAÇÃO DA SAUDADEÓ Deus, Pai de Amor e Bondade!
Amanheceu e logo me dispus em meu coração a vir a este lugar onde a minha esperança se renovou como o orvalho da manhã; as lágrimas de meus olhos secaram e o meu pranto se converteu em júbi...
lo; minha alegria entremeou-se com a saudade.
Ouço canções de louvor.
Elas reconstituem a glória de um passado que habita minha consciência.
Minha memória volta no tempo... Vejo os rostos daqueles heróis que semearam a boa semente do evangelho e pavimentaram a estrada para que eu pudesse caminhar com segurança.
Eles falavam com facilidade de Ti e irrompiam em oração sem aviso-prévio; caíam de joelhos em quebrantamento e se levantavam para servir.
Seus lábios sempre tinham um novo cântico, embora a canção fosse a mesma.
Lembro-me que muitas vezes estive a desesperar-me da vida e a entregar-me a paixões fortuitas, mas delas fui demovido pela força da Tua Palavra expressa em poesias e canções de pessoas que me amaram mesmo sem me conhecer.
Hoje, meus olhos contemplam o cenário que abriga as lembranças de um romance sagrado. Vejo aqueles que não me viram...
Suas poesias saltam das páginas do hinário e adentram o meu coração como flechas velozes, aprofundando ainda mais minha saudade... Doce saudade!
Como jambuzeiro bravo que não dava bom fruto, eu fui enxertado na Oliveira, tornando-me um participante da morte e da ressurreição de Jesus.
Ó, Senhor! Não foi sem razão que Teu Filho Jesus estimulou a saudade-lembrança quando deixou-nos o legado da Santa Ceia: “Fazei isto em memória de mim” (1 Coríntios 11. 24).
Senhor... Que doce saudade!
Doce saudade!
Como jambuzeiro bravo que não dava bom fruto, eu fui enxertado na Oliveira, tornando-me um participante da morte e da ressurreição de Jesus.
Ó, Senhor! Não foi sem razão que Teu Filho Jesus estimulou a saudade-lembrança quando deixou-nos o legado da Santa Ceia: “Fazei isto em memória de mim” (1 Coríntios 11. 24).
Senhor... Que doce saudade!
ORAÇÃO PELOS NOSSOS ENTES QUERIDOSBom Jesus, que durante Vossa vida Vos compadecestes das dores alheias, tende piedade das almas de nossos entes queridos que estão no purgatório.
Vós amastes aos Vossos com grande predileção: escutai, pois...
, nossa súplica e concedei em Vossa bondade, aos que levastes de nosso meio, a beatitude no gozo eterno de Vosso infinito amor (Ágape), Amém!

Jaculatórias:

Padre: Dai-lhes, Senhor, o descanso eterno.
Fiéis: E brilhe para eles a luz perpétua.

Que as almas dos fiéis defuntos, pela misericórdia de Deus, descansem em paz.
FINADOS
A dor da Separação
A sabedoria popular afirma que uma das certezas absolutas de nossa vida é a de que um dia iremos morrer. No entanto, passamos toda a nossa vida sem nos preocuparmos com a preparação desse momento que, embora o desconheçamos, sabemos que chegará.

Todas as experiências humanas exigem uma reflexão. Em se tratando da experiência da perda de um ente querido, podemos considerá-la como uma das mais difíceis da nossa vida.
A morte da pessoa amada provoca muitos sentimentos: perplexidade, perda do sentido da vida, vazio, depressão, raiva, revolta contra Deus, culpabilidade, impotência... Esses sentimentos podem ser vividos de uma forma adequada, permitindo o desempenho do trabalho cotidiano, apesar sofrimento.

A perda da pessoa amada tem repercussões na experiência da fé. Daí a necessidade da solidariedade na promoção de espaços que propiciem acolhimento, ajuda afetiva e espiritual. Na Sagrada Escritura podemos perceber, principalmente nos salmos, a expressão dos sentimentos inerentes às perdas e aos sofrimentos.

Se você está passando por momentos de dor, crise e sofrimentos pela morte de um ente querido, mantenha sua mão segura nas mãos de Deus, pois, só Ele pode sustenta-lo e dar-lhe forças nessas ocasiões dolorosas.

Que a Palavra do Senhor: “Eu estarei convosco todos os dias...”, “Não se perturbe o vosso coração...” e a certeza de que seu ente querido já se encontra junto de Deus, confortem o seu coração e o de toda a sua família. Saiba que sempre há alguém rezando por você. Tenha fé e confiança no Senhor, Ele jamais o abandonará.

Se necessitar de ajuda espiritual, procure-nos ou comunique-se conosco.
Com a bênção e a paz do Sagrado Coração de Jesus, o nosso abraço e preces.

Ir. Maria Eugênia da Silva, ASCJ
Pato Branco, PR
irmamesilva@bol.com.br
ENXUGAR LÁGRIMAS
Enxugar Lágrimas
Por mais que se diga que a morte faz parte do ciclo da vida,
sempre temos a impressão de que ela chega cedo demais,
surpreendendo nossos sentimentos e atitudes,
nossa vida toda.

Por mais que se diga que a morte não mata o amor,
quando a separação física acontece
e sem a possibilidade de retorno,
nossa sensibilidade estremece
e precisamos da ajuda dos amigos.

Por mais que se diga que a alma é imortal e a vida continua,
quando temos que devolver ao Céu uma pessoa querida,
nossos sentimentos tão humanos
afloram confusos em variadas gamas.

Sei que você acredita, sim, na vida eterna,
acredita que Deus é Pai
e somos filhos amados... mas você precisa de um tempo
para se adaptar a esta nova fase da vida sem essa pessoa
da qual você é herdeira de bens genéticos,
espirituais, culturais e materiais.

Que Deus acolha seus sentimentos de filha e suas preces feitas
de silêncio e lágrimas! Que Deus ilumine você e cada um de sua família
nos assuntos que devem resolver e que as bênçãos do Céu
sejam ainda mais abundantes.

Que a saudade, a tristeza, raiva, o medo e a insegurança,
sejam apenas o paciente prenúncio de um revigorar na fé,
na compreensão da vida, na esperança e no amor!

Que você possa chorar enquanto for necessário
e ao mesmo tempo ir descobrindo
as razões para enxugar suas lágrimas!
Cristalinas e silentes as lágrimas são preces que sobem
ao céu orvalhando os caminhos percorridos,
lavando lembranças, purificando a alma.

Ensine sua SAUDADE a abraçar a ESPERANÇA
de em encontro feliz e esteja atenta para receber os PRESENTES que vêm do CÉU!

Que você tenha sonhos lindos e que a realidade
acolha a sua dor e lhe devolva flores de SERENIDADE e PAZ
NOVENA DAS ALMAS
Oração para todos os dias
Dai-lhes Senhor, o descanso eterno. E a luz perpétua os ilumine. Descansem em Paz. Amém.
Dai-lhes Senhor, o descanso eterno. E a luz perpétua os ilumine. Descansem em Paz. Amém.
Dai-lhes Senhor, o descanso eterno. E a luz perpétua os ilumine. Descansem em Paz. Amém.

Pai eterno, eu vos ofereço o Sangue Precioso de Nosso Senhor Jesus Cristo, para alívio das almas sofredoras que ainda padecem no purgatório.

Suplico a Vós meu Jesus Cristo, Salvador do mundo que lhes devolvais a luz perdida.
Peço que todos os Méritos da Paixão e Morte de Jesus, que as lágrimas e as dores de sua Mãe Santíssima, dêem alívio às almas do purgatório e incluo meus entes queridos nesta novena.

(Diga o nome dos seus falecidos)

Nossa Senhora da Boa Morte, Protetora e Intercessora pelas Almas, Rogai por Elas.

E Vós, Almas Santas e Benditas, ide perante Deus apresentar estas suplicas que faço hoje, neste dia da novena.

(Diga a sua intenção nesta novena)

Rogo-vos, Benditas Almas, que leveis até Deus a minha prece.

Dai-lhes Senhor, o descanso eterno. E a luz perpétua os ilumine. Descansem em paz. Amém
.
FONTE: Padre Reginaldo Manzotti

Imagens de Nossa Senhora milagrosamente poupadas pela tempestade nos EUA

Imagens de Nossa Senhora milagrosamente poupadas pela tempestade nos EUA
Dover, New Jersey: a imensa árvore rachou  justo acima da cabeça de Nossa Senhora mas nem a tocou.  "É um milagre dizem os vizinhos"
Dover, New Jersey: a imensa árvore rachou
justo acima da cabeça de Nossa Senhora mas nem a tocou.
"É um milagre dizem os vizinhos"

A super-tempestade Sandy, que atingiu a cidade de Nova Iorque e a costa leste dos EUA, causou mais de 40 mortes e danos materiais estimados em mais de 40 bilhões de dólares.

Porém, a imensidão da capacidade destrutiva desse fenômeno natural nada foi diante do poder de Nossa Senhora.

É o que pensam, por exemplo, os habitantes da cidade de Dover, no estado de New Jersey.

Eles puderam contemplar atônitos uma colossal árvore que rachou e caiu sob a violência de ventos de mais de 130 km/h, sem causar um arranhão sequer a uma imagem de Nossa Senhora que se encontrava debaixo dela.

Um vídeo produzido pela
NBC exibe de diversos ângulos a imagem de Nossa Senhora e o grau de periculosidade da grande árvore caída.

A tempestade alagou as ruas, destruiu casas e carros no bairro, mas a família dona da imagem está certa de que Nossa Senhora salvou suas vidas, pois se a árvore tivesse caído sobre a casa, esta teria sido esmagada.

Técnico eletricista e não crentes não conseguem entender
Técnico eletricista e não crentes não conseguem entender
Seu dono, James Janone, não podia acreditar vendo a árvore derrubada em seu jardim.

Tudo foi embora na queda, mas a imagem ficou incólume.

“É curioso – dizia o técnico eletricista Mike, enquanto consertava os fios da rua –, esta árvore deveria ter caído de qualquer jeito, mas o fez do lado certo para não danificar Nossa Senhora”.

Os vizinhos se reuniram no local e diziam que foi um milagre.

“Foi um milagre”, insistia o vizinho Ed Soto.

Soto contou que ajudou a colocar a estátua naquele local há cinco anos, para ajudar um amigo a abandonar o vício da droga.

“Tivesse tombado de outro jeito, teria destruído a casa”, disse.

Jeff e Patti Taylor não acreditam em milagres, talvez nem sejam católicos, mas, impressionados, diziam: “Há alguém que está nos protegendo lá encima”.

O infernal incêdio que nada pôde contra Nossa Senhora das Graças

No espetáculo de cidade bombardeada, Nossa Senhora é único ponto de referência
No espetáculo de cidade bombardeada, Nossa Senhora é único ponto de referência
Mais trágico ainda foi o caso verificado no bairro de Breezy Point, na populosa região de Queens, periferia de Nova Iorque.


Após um dilúvio de água e vento, um voraz incêndio, provocado provavelmente por um vazamento de gás, transformou o bairro numa imagem do inferno.

Sobrecarregados de tarefas, os bombeiros mal conseguiam atingir os quarteirões afetados pelas chamas.

Pois, paradoxalmente, as ruas estavam inteiramente alagadas.

O incêndio rugiu a noite toda e reduziu a cinzas mais de cento e dez casas. Tudo ruiu.

Ao amanhecer, o espetáculo era o de uma cidade bombardeada, quiçá por uma bomba atômica.

Mas ali, sozinha, íntegra, apenas escurecida pelas labaredas, diante do que foi uma casa da qual se pode discernir a sapata, ficou uma imagem de Nossa Senhora das Graças. As notícias não falam sobre o sucedido com os habitantes.

Uma lição

O bairro ficou reduzido a cinzas. Mas Nossa Senhora das Graças ficou em pé, sozinha.
No bairro reduzido a cinzas, só Nossa Senhora das Graças ficou em pé
Podem ainda acontecer muitas coisas extremamente graves nas nossas vidas.

Aliás,
Nossa Senhora falou abundantemente disso em La Salette e em Fátima.

Mas Ela é a Rainha junto da qual nada devemos temer.

Junto de Nossa Senhora não só fisicamente, colocando sua imagem no lar ou no jardim.

Mas com o coração bem colado no Imaculado Coração de Maria.

O que equivale dizer, praticando seriamente nossas obrigações de piedade e ajustando nossa vida, nossos costumes e nossa conduta a cada dia.

O inferno das chamas nada pôde nada contra Ela
O inferno das chamas não pôde nada contra Ela

Fazer isso, primeiro para amar mais e melhor a Nossa Senhora.

Segundo, para que as labaredas e os cataclismos há tanto tempo anunciados pela Mãe de Deus não nos engulam na hora menos esperada.

A imagem de Santo Antônio
Santo Antônio, Breezy Point, Queens, área de Nova Iorque
Santo Antônio, Breezy Point, Queens
P.S.: tínhamos concluído a redação deste post, quando recebemos a foto ao lado, também reveladora de uma extraordinária proteção.
A foto foi tirada também em Breezy Point, Queens, área de Nova Iorque.
Trata-se de uma imagem de Santo Antônio, como bem pode se perceber.


Video: Imagens de Nossa Senhora milagrosamente poupadas pela tempestade nos EUA







Fonte: http://lourdes-150-aparicoes.blogspot.com.br/2012/10/imagens-de-nossa-senhora-milagrosamente.html