quinta-feira, 4 de maio de 2017

MENSAGENS E ORAÇÕES ANTIGAS ENVIADAS PELO PADRE MARCELO ROSSI

Padre Marcelo Rossi
OS DEZ MANDAMENTOS DA SAÚDE!
1º - Guarde o coração em paz à frente de todas as situações e de todas as coisas da vida.
Os patrimônios do mundo pertencem exclusivamente à Deus.
2º- Apóie-se no dever rigorosamente cumprido, não há equilíbrio físico sem harmonia da alma.
3º- Cultive o hábito da oração, a prece é luz na defesa do corpo e na defesa da alma.
4º- Ocupe seu tempo disponível no trabalho proveitoso sem esquecer o descanso imprescindível, ao justo refazimento, a sugestão das trevas chega sempre até nós pela hora vazia.
5º - Estude sempre, a renovação das idéias favorece a evolução espiritual.
6º- Evite a raiva, encolerizar-se é animalizar-se caindo na sombra de baixo nível;
7º - Fuja sempre da maledicência, o lodo agitado atinge sempre aquele que o agita;
8º - Sempre que possível respire a longos austros e não esqueça o banho diário,
o ar puro é alimento precioso, o banho revigora as energias orgânicas.
9º - Coma pouco e bem, a criatura sensata come para viver, enquanto, a criatura imprudente vive para comer;
10º - E último – Use a paciência e o perdão infatigavelmente, todos nós temos sido caridosamente tolerados pela caridade divina milhões de vezes à nossa vida, conservar o coração
na intolerância é provocar a própria queda na morte fatal.
Enfim amados, Dez Mandamentos.
Agora se somarmos a isso a evangelização, HAHAHA!!!
Neste programa que é especial Momento de Fé. Ninguém segura à felicidade na nossa vida.
Abençoe-vos o Deus Todo - Poderoso Pai † e Filho e Espírito Santo. Amém.
PAZ e BEM!
(PADRE MARCELO ROSSI)

À medida que você sustenta mentiras e falsidades, você se torna prisioneiro de um mundo fora da realidade,
no Ágape isso não acontece.A verdade que você esconde de você mesmo o separa do crescimento e da realização.

A verdade que você esconde dos outros o mantém distante.

Infelizmente, algumas pessoas fazem da mentira um estilo de vida.

Quem vive no Ágape, vive a verdade que faz brilhar a sua vida, para que você veja claramente o caminho que
deve seguir.

As conquistas, a felicidade, a alegria, tudo isso é conquistado no Ágape.

A honestidade é o caminho mais direto para onde você quer chegar.

A moral e ética não é segredo, porque quem vive no Ágape, vai viver feliz mesmo com dificuldades, não existe
salvação sem cruz, mas no Ágape você tem a certeza que você está no amor de Jesus. 



Tendo um coração o Dom do perdão.
Jesus morreu cravado em uma cruz, e não foi em vão.
E detalhe, Ele perdoou aqueles que o fizeram padecer.
Esta foi a maior lição que Jesus nos ensinou.
E no dia de São Francisco, vamos perdoar a quem nos magoa.

Por mais difícil que seja, devemos amar.
E neste Ágape aprendemos a lição.

A lição do amor incondicional, do amor sem limites, do amor que leva e levou São Francisco até beijar um
leproso, este é o amor incondicional ( Ágape ) !!! 

quinta-feira, 27 de abril de 2017

NOSSA SENHORA DO BOM CONSELHO



Nossa Senhora do Bom Conselho

(26 de Abril)

A devoção que comemoramos hoje, remonta a Igreja Primitiva, de forma que não temos dados precisos sobre sua origem. Tão antiga é a devoção que a Mãe do Bom Conselho é invocada na Ladainha Lauretana. Sabemos, contudo, que entre os anos de 432 e 440, o Papa Xisto III mandou construir uma Igreja dedicada a Nossa Senhora do Bom Conselho na cidade de Genezzano, Itália, ao lado de um convento fundado por Santo Agostinho. Esta cidade havia sido doada à Igreja com o advento dos imperadores cristãos, sucessores do Imperador Constantino que, convertido, decretara o fim da perseguição aos cristãos e da crucifixão (ano 312). Genezzano iria ser agraciada, cerca de mil anos depois, com um presente milagroso de Nossa Senhora, como veremos a seguir:
Havia, na idade média, também uma outra igreja, na cidade de Scutari - Albânia, onde o povo venerava com ardor uma imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho, a que eram atribuídos muitos milagres. A devoção crescia vertiginosamente, até que no ano de 1467, maometanos turcos invadiram e dominaram a Albânia, culminando em sérias conseqüências aos cristãos. A perseguição implacável, colocou a Igreja numa situação dificílima, de forma que muitos cristãos tiveram de abandonar o país e, os que ficaram, tiveram de permanecer na clandestinidade . Foi nessa ocasião, que dois albaneses de nomes Solavis e Georgi, ao entrarem no santuário, testemunharam um grande milagre, a princípio, muito intrigante. Uma nuvem divina rodeou a estampa de Nossa Senhora que foi como que retirada da parede e elevou-se ao céu, tomando a direção de Roma, sobre o Mar Adriático. Os peregrinos, impelidos a seguir sua trajetória, passaram a acompanhar a estampa. Com muita confiança entraram no mar e passaram a caminhar sobre as ondas a pé enxuto e o atravessaram até chegar às vizinhanças de Roma. Ali, a estampa rodeada de nuvens foi se afastando até que acabaram perdendo-a de vista.
Ao mesmo tempo, lá na cidade de Genezzano, na Itália, a estrutura da Igreja de Nossa Senhora do Bom Conselho estava seriamente comprometida. A velha igreja construída pelo Papa Xisto III no século V, havia ficado em ruínas não só pela ação do tempo, mas também pela falta de recursos. Há muito tempo, porém, uma irmã da Ordem Terceira de Santo Agostinho, chamada Pedrina, havia tomado à frente do empreendimento, e cuja reconstrução confiou unicamente à Providência Divina, à Santíssima Virgem e ao santo padre Agostinho, fundador da ordem a que pertencia. Aos que duvidavam, respondia com muita fé e confiança que seus esforços não eram vãos e que brevemente seriam postos a têrmo, com a força da graça divina.
Era dia 25 de abril, nos festejos de São Marcos Evangelista, onde também realizava-se uma feira pública naquela cidade e que contava com grande multidão. Repentinamente surgiu no céu uma nuvem em forma de coluna milagrosamente suspensa no ar, chamando a atenção de todos os circunstantes. Tal coluna vagarosamente baixou em direção a uma das paredes mais elevadas da igreja em reconstrução e dissipou-se, imprimindo na parede, à vista de todos, uma imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho, pintada a fresco. Os sinos, por si só, passaram a badalar consecutivamente, causando estupefação pública, conseqüentemente a conversão de muito pagãos em Genezzano. Surpresos, uns aos outros, perguntavam sobre a origem da estampa, quais os desígnios de Deus acêrca de tão grandioso mistério.
A partir deste acontecimento , os padres agostinianos começaram a divulgar o culto à Nossa Senhora do Bom Conselho, e não tardou que o número de fiéis de toda a Itália e países circunvizinhos viessem em peregrinação para reverenciar Nossa Senhora.
Tomando conhecimento do grande milagre ocorrido em Genezzano, os dois peregrinos Solavis e Georgirs, foram também reverenciar Nossa Senhora do Bom Conselho, a quem eram extremamente devotos. Mas, não haviam relacionado o primeiro milagre ao segundo. Chegando na cidade, qual não foi a perplexidade deles ao constatarem que a estampa fixada na parede da igreja era a mesma estampa que haviam visto ser levada aos céus na sua cidade de origem, Scutari. Ficou claro que a estampa havia sido trasladada de um país para o outro pelos anjos de Deus. Com muito entusiasmo proclamaram o fato ao povo local. Foram por isso interrogados por uma comissão e, sob juramento, contaram o que ocorrera na igreja da sua cidade de origem. Detalhadamente narraram desde o momento em que testemunharam ocularmente a estampa que sendo retirada da Igreja de Scutari, a travessia do mar a pé enxuto, a chegada na Itália até o momento em que a perderam de vista. Desvendaram-se assim os milagrosos acontecimentos, simultaneamente ocorridos desde a Albânia até a Itália, para onde a imagem foi levada pelos anjos por desígnio de Nossa Senhora.
O fato foi levado ao Papa Paulo II (Pietro Barbbo - pontificado 1464 a 1471), que na ocasião foi quem iniciou o processo para apurar a veracidade dos fatos.
O Papa Leão XIII mandou construir um altar em seu oratório privado, pessoalmente visitou o santuário, instituiu a Pia União, do qual se fez membro, redigiu poesias e agraciou a igreja de Nossa Senhora do Bom Conselho com o título de "Basílica Menor".
No dia 25 de abril de 1993 (viagem apostólica do Papa João Paulo II à Albânia), mesma data em que a imagem foi levada por anjos de Scutari para Genezzano (25 de abril de 1467), João Paulo II pessoalmente dirigiu-se ao antigo templo e doou umaa reprodução da imagem original, a qual lá foi entronizada, marcando definitivamente a reconciliação do governo e da nação albaneza com a Igreja de Cristo.
O Vaticano, a partir daquele ano, financiou as obras de reconstrução do Santuário, depreciado por consequência da perseguição comunista.
Fonte: Página Oriente.



 

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

ORAÇÕES PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO

Santas Almas

 

Oração de Santa Gertrudes
Cada vez que é rezada são libertadas 1.000 almas do Purgatório
Eterno  Pai, ofereço-Vos  o  Preciosíssimo Sangue  do  Vosso Divino  Filho Jesus,  em união com todas as Missas que hoje são celebradas em todo o mundo, por todas as Santas  Almas do  Purgatório,  pelos  pecadores  em  todos  os  lugares,  pelos  pecadores  na  Igreja  Católica, pelos pecadores em todas as outras Igrejas, pelos de minha casa e meus vizinhos. Amém!
Coração de Jesus, fonte de Amor, que abrasais os corações:
Convertei os pecadores!
Salvai os moribundos!
E aliviai as Almas do Purgatório!
 


Ato heróico em favor das Almas do Purgatório
Meus Deus, em união com os merecimentos de Jesus e de Maria, ofereço-vos pelas almas do purgatório todas as minhas obras satisfatórias e todas as que me forem aplicadas durante a vida, na morte e depois dela.
Amém.
 

Oração pelos Agonizantes
Misericordiosíssimo Jesus, que ardeis em amor das almas, peço-vos pela agonia do vosso Sacratíssimo  Coração  e  pelas  dores  da  vossa  Mãe  Imaculada,  que  purifiqu eis  no  vosso Sangue todos os pecadores que estão agora em agonia e hoje mesmo hão de morrer.
Amém.


Oração pelas Almas do purgatório I
 

Oh! Senhor, eu vos suplico pelo precioso Sangue que saiu do peito aberto de Jesus vosso
divino Filho, livrai as almas do Purgatório, sobre tudo as que amaram mais a seu Coração
Sagrado, a fim de que entrem em vossa glória e comecem a adorar-Vos eternamente com os
Santos.
Amém.
 

Oração pelas Almas do purgatório II
 

Dignai-Vos, adorável Salvador meu, por vosso precioso Sangue, por vossa dolorosa Paixão e cruelíssima morte;
Pelos  tormentos  que  vossa  augusta  Mãe  sofreu  ao  pé  da  cruz  quando  vos  viu  exalar  o último suspiro;
Dignai-Vos dirigir um olhar de piedade ao seio profundo do Purgatório e tirar dali as almas que  gemem  privadas  temporariamente  de  vossa  vista,  e  que  suspiram  pelo  instante  de reunir -se convosco no paraíso celestial.
Principalmente vos peço pela alma de N.., e daqueles por quem mais particularmente devo pedir.
Não desprezes, Senhor meus rogos, que uno aos rogos que por todos os fiéis defuntos vos dirige nossa santa mãe a Igreja Católica, a fim de que vossa misericórdi a as leve onde com o Pai e o Espírito Santo vives e reinas por todos os séculos dos séculos.
Amém, Jesus. 




Oração de Nossa Senhora do Carmo pelas almas
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Saúde dos Enfermos, rogai por nós.
Refúgio dos pecadores, rogai por nós.
Consoladora dos aflitos, rogai por nós.
Ave-Maria
Nossa Senhora do Monte Carmelo.
Amantíssima  Mãe do Divino Jesus,  que  vos  dignastes  fazer  do monte Carmelo,  na Terra Santa, um local santificado para a manifestação de vosso celestial poder, sede propícia às minhas  preces,  ajudai-me  na  luta  contra  o  pecado,  ajudai-me  a  me  tornar  digno  da clemência de Vosso Filho Nosso senhor Jesus Cristo.
Nossa Senhora, advogada dos aflitos, lançai vosso olhar sobre as almas sofredoras no outro mundo e sobre a alma de....( dizer o nome da pessoa falecida).
Amparai-o com a vossa infinita bondade, rogai a Deus  Pai, Todo Poderoso, a Deus Filho Nosso Senhor Jesus Cristo, a Deus  Espírito  Santo,  pelo perdão  de  seus pecados,  de  suas faltas e conduzi a sua alma, talvez ainda sofredora, à luz eterna, à celestial mansão de Deus, dos  Anjos,  dos  Patriarcas,  dos  Apóstolos,  dos  Mártires,  das  almas  que  se  mantiveram firmes na fé em vosso Amado Filho Nosso Senhor Jesus Cristo.
Senhora do Carmo, ouvi o seu apelo:" Do abismo clamei a Ti, Senhor.
Senhor, ouvi minha oração".
Nossa Senhora do Carmo, rogai por .....(nome da pessoa).
Nossa Senhora do Carmo, intercedei por .....(nome da pessoa).
Nossa Senhora do Carmo, protegei .....(nome da pessoa).
Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Três Vezes.
Rezar um Pai-Nosso, Três Ave-Marias e uma Salve-Rainha.




Rosário de Amor para as Almas do Purgatório
No Creio:
Dulcíssimo Jesus, pelo suor e sangue que derramastes no Horto das Oliveiras, tende piedade das almas do Purgatório!
Nas Ave-Marias:
Jesus, Maria eu Vos amo! Salvai almas!
No primeiro Pai-Nosso:
Dulcíssimo Jesus, pelas dores da Vossa crudelíssima flagelação, tende piedade das almas do Purgatório!
No segundo Pai-Nosso:
Dulcíssimo Jesus, pelas dores da Vossa coroação de espinhos, tende piedade das almas do Purgatório!
No terceiro Pai-Nosso:
Dulcíssimo Jesus, pela dores que sofrestes no caminho do Calvário, tende piedade das almas do Purgatório!
No quarto Pai-Nosso:
Dulcíssimo Jesus, pelas dores da Vossa penosíssima agonia, tende piedade das almas do Purgatório!
No quinto Pai-Nosso:
Dulcíssimo Jesus, pelas imensas dores que sentistes expirando na Cruz, tende piedade
das almas do Purgatório!
Na Salve Rainha:
Dulcíssimo Jesus, pelas últimas gotas de Sangue do Vosso Coração transpassado pela
lança, tende piedade das almas do Purgatório!   




Terço pelas Almas
Início: Pai-Nosso, Ave-Maria, Credo.
Após cada Mistério rezar dez vezes: Dai-lhes Senhor o eterno descanso, e a luz perpétua os ilumine.
Primeiro Mistério:
Senhor Jesus, derramai sobre as almas dos Sacerdotes e Religiosos as riquezas da vossa infinita misericórdia.
Segundo Mistério:
Senhor Jesus, derramai sobre as almas mais devotas de Nossa Senhora as riquezas da vossa infinita misericórdia.
Terceiro Mistério:
Senhor Jesus, derramai sobre as almas dos nossos parentes, amigos e benfeitores as riquezas da vossa infinita misericórdia.
Quarto Mistério:
Senhor Jesus, derramai sobre as almas de todos os fiéis defuntos as riquezas da vossa infinita misericórdia.
Salve Rainha. 
Oremos: Oh! Deus, criador e redentor dos vossos fiéis, dai aos vossos filhos e filhas a remissão de todos os pecados, a fim de que obtenham com as nossas súplicas o perdão que sempre desejaram.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.  



Orações pelas almas para cada dia da semana
Domingo
Oh!  Deus  Onipotente,  eu  Vos  suplico,  pelo  sangue  precioso  que  Vosso  Divino  Filho derramou no horto, que liberteis as almas d o purgatório, e em particular concedais as que estão  mais  esquecidas  e  abandonadas  o  eterno  descanso,  para  que  vos  louve  e  bendigam eternamente.Amém.
Reza-se o Pai-Nosso e Ave-Maria e o De Profundis (Sl 129).
 

Segunda-Feira
Oh!  Deus  Onipotente,  eu  Vos  suplico,  pelo  sangue  precioso  que  Vosso  Divino  Filho
derramou  na  cruel  flagelação  que  sofreu,  que  liberteis  as  almas  do  purgatório,  e  em
particular as que estão mais próximas a entrar na Vossa Glória, para que comecem a louvar Vos e bendizer-Vos eternamente.Amém.
Reza-se o Pai-Nosso e Ave-Maria e o De Profundis (Sl 129).
Terça-Feira
Oh!  Deus  Onipotente,  eu  Vos  suplico,  pelo  sangue  precioso  que  Vosso  Divino  Filho derramou na coroação de espinhos, que liberteis as almas do purgatório, e em particular a que  deveria  a  última  a  sair,  para  que  não  tarde  tanto  a  louvar -vos  e  bendizer-Vos ternamente.Amém.
Reza-se o Pai-Nosso e Ave-Maria e o De Profundis (Sl 129).
 

Quarta-Feira
Oh!  Deus  Onipotente,  eu  Vos  suplico,  pelo  sangue  precioso  que  Vosso  Divino  Filho derramou pelas ruas de Jerusalém na condução da cruz as costas, que liberteis as almas do purgatório, e em particular a mais rica de méritos, afim de que, no sublime trono de glória que a espera, Vos louve e bendiga eternamente.Amém.
Reza-se o Pai-Nosso e Ave-Maria e o De Profundis (Sl 129).
 

Quinta-Feira 
Oh! Deus Onipotente, eu Vos suplico, pelo sangue precioso que Vosso Divino Filho, que na  noite  da  sua  paixão  Ele  próprio  deu  em  comida  e  bebida  a  seus  amados  Apóstolos  e deixou a toda a Igreja em sacrifício perpétuo e alimento vivificante de seus fiéis, liberteis as almas do purgatório, e em particular a mais devota deste mistério de amor, para que por ele Vos  louve  com  Vosso  divino  Filho  e  com  o  Espírito  Santo  na  Vossa  glória
eternamente.Amém.
Reza-se o Pai-Nosso e Ave-Maria e o De Profundis (Sl 129).
 

Sexta-Feira
Oh!  Deus  Onipotente,  eu  Vos  suplico,  pelo  sangue  precioso  que  Vosso  Divino  Filho derramou na árvore da cruz, especialmente de seus sacratíssimos pés e mãos, que liberteis as almas do purgatório, e em particular aquelas por quem tenho maior obrigação de pedir, para que não se demorem ali penando por minha culpa, nem sejam por mais tempo privadas de Vos louvar e bendizer eternamente.Amém.
Reza-se o Pai-Nosso e Ave-Maria e o De Profundis (Sl 129).
 

Sábado
Oh! Deus Onipotente, eu Vos suplico, pelo sangue precioso que manou do lado de Vosso divino Filho, a vista e com extrema dor de sua Mãe Santíssima, que liberteis as almas do purgatório,  e  em  particular  a  que  tenha  sido  mais  devota  desta  senhora,  para  que  senão demore em ir louvar-Vos na glória, por todos os séculos dos séculos.Amém.
Reza-se o Pai-Nosso e Ave-Maria e o De Profundis (Sl 129). 


DE PROFUNDIS
Salmo CXXIX de David
Das profundezas clamo a ti Senhor: escuta o meu apelo.
Senhor, tornem atentos teus ouvidos à voz da minha súplica!
Se lembrares, Senhor, nossos pecados, quem suportará? mas junto de ti encontra -se o perdão, para que te sirvamos.
Espero em ti, Senhor, e minha alma tua palavra espera.
Mais confiante que os vigias pela aurora, ela espera o Senhor.
Que Israel, mais que os vigias pela aurora, pelo Senhor espere!
Pois junto do Senhor se encontra a graça, copiosa redenção.
E ele próprio Israel resgatará de todos os pecados.
Almas benditas! nós temos rogado por vós que sois tão amadas de Deus  e estais seguras de não poderão mais perde -Lo: rogai por nós miseráveis que estamos em perigo de nos condenarmos para sempre.   

Doce Jesus, dai o descanso eterno às benditas almas do Purgatório! 
fonte: Santas Almas. 

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

MENSAGENS DE 2017



 

Filhos e filhas

Começo este primeiro boletim de 2017 desejando que a Paz de Jesus esteja nos corações de todas as pessoas.
Cada novo ano é uma dádiva que Deus nos concede. É como uma página em branco, onde podemos reescrever nossa história, acertando o que estava errado, melhorando o que já estava bom.
Mas, nada do que planejamos para este ano fará sentido ou atingirá seu objetivo se não tivermos o que é essencial: paz. A paz não é apenas ausência de guerras, claro que precisamos de paz nas ruas, paz entre as nações. Todos os dias nos chegam enxurradas de notícias de conflito entre povos, guerrilhas, brigas, violência no trânsito, violência de todo tipo, a vida humana parece não estar valendo mais nada. Porém, me refiro especialmente à paz interior.
Na ânsia pela paz, muitos, na virada do ano, vestiram-se de branco e fizeram simpatias; outros a procuraram onde jamais a encontrarão, porque a paz que o mundo nos oferece é ilusória, é passageira. A verdadeira paz começa a existir do nosso encontro pessoal com Jesus, o ‘Príncipe da Paz’. Ela brota dentro de cada um de nós, para depois exteriorizar-se, manifestar-se e se expandir em casa, na família, no ambiente de trabalho, nas ruas, nas cidades e no mundo.
Ninguém é santo, ninguém é perfeito. Amamos e odiamos, erramos e acertamos, temos gestos bons e maus. A nossa fragilidade humana é marcada pelo pecado. Mas, Deus nos amou tanto que se compadeceu de nós, em Jesus assumiu nossa humanidade, assemelhou-se a nós em tudo, menos no pecado. E porque Jesus veio a nós a paz tornou-se possível. Ele nos disse: “Eu deixo para vocês a paz, eu lhes dou a minha paz. A paz que eu dou para vocês não é a paz que o mundo dá. Não fiquem perturbados, nem tenham medo” (Jo 14,27).
O medo é um dos inimigos da paz, porque nos leva à insegurança, à desconfiança, a nos armarmos contra aqueles que pensamos ser uma ameaça para nós. Não digo que estejamos com armas de fogo, também não me refiro só à agressão física... Fazemos de nossa língua uma arma mortal, espalhando fofoca e maledicência, “puxando o tapete”, mentindo e intimidando. A língua pode ter uma força de agressão violenta. Por isso, ao nos deixar a Paz Jesus nos recomendou que não tivéssemos medo, por isso também, em seguida, Ele nos mandou amar-nos uns aos outros (cf. Jo 15,17). O medo separa, desequilibra e desune; o amor atrai, congrega, dá segurança e traz a paz.
É preciso ter confiança para combater o medo. É a confiança que fará brotar em nós a esperança, que fará brotar os valores do Reino. Se deixarmos a semente do mal permanecer e alimentarmos o vício do pecado, ele produzirá a morte. Se confiarmos em Jesus e permitirmos que a água que brota do seu coração venha a nós, o fruto da graça germinará.
A paz interior é um dom do Espírito Santo, como nos diz a Carta aos Gálatas: “Por seu lado, são estes os frutos do Espírito: amor, alegria, paz” (Gl 5,22). Isso quer dizer que ela deve ser pedida como o próprio Apóstolo Paulo afirma: “Apresentem a Deus todas as necessidades de vocês através da oração e da súplica, em ação de graças. Então, a paz de Deus, que ultrapassa toda compreensão, guardará em Jesus Cristo os corações e pensamentos de vocês” (Fl 4,7). Esse trecho da Carta aos Filipenses nos dá uma certeza que a paz não é uma utopia, não é um “talvez”, mas é uma certeza em Jesus. Ele venceu o mundo! A paz já nos foi concedida!
Um abençoado ano de paz a todos!
Padre Reginaldo Manzotti



quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

TEXTO DO PADRE FÁBIO DE MELO SOBRE O NATAL - PERFEITO




NATAL SEM O PAPAI NOEL…
Estou preparando a minha árvore de Natal. Quero que ela seja viva, mas não quero que seja exterior. Eu a quero dentro de mim. Tenho medo das exterioridades. Elas nos condenam. Ando pensando que o silêncio do interior é mais convincente que o argumento da palavra.
Quero que minha árvore seja feita de silêncios. Silêncios que façam intuir felicidade, contentamento, sorrisos sinceros.
Neste Natal não quero mandar cartões. Tenho medo de frases prontas. Elas representam obrigação sendo cumprida. Prefiro a gratuidade do gesto, o improviso do texto, o erro de grafia e o acerto do sentimento. A vida é mais bonita no improviso, no encontro inesperado, quando os olhares se cruzam e se encontram.
Quero que minha árvore seja feita de realidades. Neste Natal quero descansar de meus inúmeros planos. Quero a simplicidade que me faça voltar às minhas origens. Não quero muitas luzes. Quero apenas o direito de encontrar o caminho do presépio para que eu não perca o menino Jesus de vista. Tenho medo de que as árvores muito iluminadas me façam esquecer o dono da festa.
Não quero Papai Noel por perto. Aliás acho essa figura totalmente dispensável! Pode ficar no Pólo Norte desfrutando do seu inverno. Suas roupas vermelhas e suas barbas longas não combinam com o calor que enfrentamos nessa época do ano. Prefiro a presença dos pastores com seus presentes sinceros.
Papai Noel faz muito barulho quando chega. Ele acorda o menino Jesus, o faz chorar assustado. Os pastores não. Eles chegam silenciosos. São discretos e não incomodam…
Os presentes que trazem nos recordam a divindade do menino que nasceu. São presentes que nos reúnem em torno de uma felicidade única. O ouro que brilha, o incenso que perfuma o ambiente e a mirra com suas composições miraculosas.
O papai Noel chega derrubando tudo. Suas renas indisciplinadas dispersam as crianças, reiram a paz dos adultos. Os brinquedos tão espalhafatosos retiram a tranquilidade da noite que deveria ser silenciosa e feliz. O grande problema é que não sabemos que a felicidade mais fecunda é aquela que acontece no silêncio.
É por isso que neste Natal eu não quero muita coisa. Quero apenas o direito de recolher o pequenino menino na manjedoura… Quero acolhê-lo nos braços, cantar-lhe canções de ninar, afagar-lhe os cabelos, apertar-lhe as bochechas, trocar-lhe as fraldas para que não tenha assaduras e dizer nos seus ouvidos que ele é a razão que me faz acreditar que a noite poderá ser verdadeiramente feliz.
Neste Natal eu não quero muito. Quero apenas dividir com Maria os cuidados com o pequeno menino. Quero cuidar dele por ela. Enquanto eu cuido dele, ela pode descansar um pouquinho ao lado de José. Ando desfrutando nos últimos dias o desejo mais intenso de que a vida vença a morte.
Talvez seja por isso que ando desejando uma árvore invisível. O único jeito que temos de vencer a morte é descobrindo a vida nos pequenos espaços. Assim vamos fazendo a substituição. Onde existe o desespero da morte eu coloco o sorriso da vida.
Façam o mesmo!
Descubram a beleza que as dispersões deste tempo insistem em esconder. Fechem as suas chaminés. Visita que verdadeiramente vale à pena chega é pela porta da frente.Na noite de Natal fujam dos tumultos e dos barulhos. Descubram a felicidade silenciosa. Ela é discreta, mas existe! Eu lhes garanto!
Não tenham a ilusão de que seu Natal será triste porque será pobre. Há mais beleza na pobreza verdadeira e assumida que na riqueza disfarçada e incoerente. O que alegra um coração humano é tão pouco que parece ser quase nada. Ousem dar o quase nada. Não dá trabalho, nem custa muito…
E não se surpreendam, se com isso, a sua noite de Natal tornar-se inesquecível.
Padre Fábio de Melo
01/12/2008

(RECEBI DE UMA AMIGA DO FACEBOOK)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

ORAÇÕES AO MENINO JESUS - NATAL



Oração por uma pessoa enferma

Oh! querido e doce Menino Jesus: tenho aqui um pobre enfermo que, movido pela mais viva fé, humildemente invoca vossa divina ajuda em favor de sua enfermidade.
Em Vós ponho toda minha confiança.
Sei que vós tudo o podes e que sois muito Misericordioso, a verdadeira misericórdia infinita.
Grande pequenino, por vossa virtude divina, pelo imenso amor que tens aos que sofrem, aos aflitos, a todos os necessitados, escutai-me, abençoai-me, socorrei-me. Amém.
Três glórias.


Oração ao Menino Jesus de Praga

Revelada pela Virgem Maria ao Pe. Cirilo, Carmelita Descalço.
Ó Menino Jesus, a Vós recorro
e vos suplico pela intercessão de Vossa Santíssima Mãe, assisti-me nesta necessidade (pede-se a graça), porque creio firmemente que Vossa Divindade pode me socorrer.
Espero com toda confiança obter Vossa santa graça. Amo-vos de todo meu coração e com todas as forças de minh'alma.
Arrependo-me sinceramente de todos os meus pecados, e vos imploro, ó bom Jesus, que me fortaleceis para que eu possa ser vitorioso.
Proponho-me a não vos ofender e me ofereço a Vós, dispondo-me a sofrer antes de fazer-vos sofrer.
Doravante, quero servir-vos com toda fidelidade, e por Vosso amor, ó Menino Deus, amarei a meu próximo como a mim mesmo.
Menino onipotente, Senhor Jesus, mais uma vez vos suplico que me atendeis nesta necessidade (apresenta-se o pedido).
Concedei-me a graça de vos possuir eternamente, na companhia de Maria Santíssima e São José, para que possa vos adorar com todos os anjos na Corte Celestial. Amém.

                                                       

Um minuto com o Menino Jesus

Abençoai-me, Menino Jesus e rogai por mim sem cessar.
Afastai de mim, hoje e sempre o pecado.
Se tropeço, estende vossa mão até mim.
Se cem vezes caio, cem vezes levantai-me.
Se me deixares Menino Jesus, que será de mim?
Nos perigos do mundo assisti-me.
Quero viver e morrer sob vosso manto.
Quero que minha vida te faça sorrir.
Olhai-me com compaixão, não me deixes Jesus meu.
Recebei-me e levai-me junto a Vós.
Vossa benção me acompanhe hoje e sempre.
Amém aleluia.
Rezar um Glória.
 

 


Prece de Natal
Menino Jesus,

Faça nascer novamente no coração de cada um de nós:

A INOCÊNCIA
, para sermos transparentes;

O CARINHO, para cativarmos amigos;

A GRATIDÃO
, para valorizarmos a vida em plenitude;

O PERDÃO, para nos reconciliarmos no amor;

A COMPREENSÃO, para sabermos perdoar;

O ENCANTAMENTO, para nos apaixonarmos pela busca da felicidade;

A SABEDORIA,
para respeitarmos os pontos de vista do outro;

A SOLIDARIEDADE, para aprendermos juntos a construir caminhos;

A FÉ, para acreditarmos também no outro;

A PAZ, para ajudarmos a construir sempre;

A CORAGEM, para sabermos retomar nossos sonhos;

A VONTADE DE AMAR
, para sermos felizes!

Amém