sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

ROSTO DE JESUS APARECE NA FOTO DA GRUTA DE APUCARANA

 
notem que aparece um olho aberto do lado esquerdo, postei essa face ao lado pra ver se parece, e sim parece, eu consigo ver perfeitamente.


 CENTENAS DE PESSOAS SE REUNEM NA GRUTA DE NOSSA SENHORA DE LURDES EM APUCARANA PARA ACOMPANHAREM AO CENÁCULO COM A IMAGEM DE NOSSA SENHORA. O VIDENTE VALDECIR MOROTI .
ARTIGO ABAIXO É DO ANO DE 2011, MAS OS CENÁULOS CONTINUAM AINDA.
ESSA FOTO FOI ENVIADA POR UMA PESSOA QUE ESTAVA PRESENTE
Rose Mari Meira   ATRAVÉS DA PÁGINA DO FACEBOOK DE VALDECIR MOROTI
http://www.facebook.com/valdecir.moroti

Eli Araujo -Reportagem local



Relatos de supostas aparições de Nossa Senhora se tornaram mais frequentes
nos últimos anos e mobilizam multidões em várias partes do mundo. Um exemplo
é o que acontece em Apucarana, no Norte do Paraná, que se tornou destino de centenas de romeiros. São pessoas de todas as regiões do Paraná e de vários estados brasileiros, que seguem até um santuário na cidade.
São peregrinos que querem ‘‘ver ou sentir a presença da santa’’.
Algo em comum em todos estes registros é que Nossa Senhora sempre transmite uma
mensagem pedindo mais oração e a conversão dos fiéis.
Mas em Apucarana, o mistério é diferente, porque o vidente que supostamente recebe as mensagens – o empresário Valdecir Antônio Moroti, 50 anos, – tem feridas pelo corpo que, segundo ele, não cicatrizam há anos e que se localizam nos pontos onde Jesus sofreu o martírio na cruz.
A manifestação acontece quase todo mês no Recanto Nossa Senhora de Lourdes.
Tem dia e horário marcados:
aos domingos, às 15 horas.
A primeira atividade é a oração do terço às 6 da manhã.
No recanto, há uma gruta com a imagem de Nossa Senhora de Lourdes, um escritório e loja para venda de terços e imagens, um espaço onde são colocadas as mensagens e a fotos das aparições, uma capela e um altar onde fica quem conduz as atividades.

Às 15 horas, começa o cerimonial e, quem frequenta, diz que sempre acontece algo diferente naquele horário. Em abril, um vento surpreendente teria agitado as árvores nos terrenos próximos ao recanto.
Na última aparição, em 26 de junho, nem a baixa temperatura e a chuva afastaram os fiéis.
Há um roteiro que é seguido com orações, cantos religiosos, leitura do Evangelho, exibição de uma imagem de Nossa Senhora e a reza do terço.
A cerimônia não segue o mesmo ritual de uma missa porque a Diocese de Apucarana não reconhece a manifestação ‘‘oficialmente’’.
O momento mais esperado, entretanto, é quando Moroti vai ao meio do povo com papel e caneta nas mãos para anotar a mensagem que afirma receber. O ‘‘contato’’ dura alguns minutos. O vidente fica em ‘‘profunda concentração’’.
As anotações são feitas lentamente.
Às vezes, ele olha em direção ao céu. Enquanto isso, dezenas de pessoas registram o momento com câmeras e celulares.
Em uma gravação que teria sido feita em maio, é possível observar um ‘‘vulto’’ com certa nitidez. Algumas pessoas ficam muito emocionadas durante a cerimônia e precisam ser amparadas.

Foto
 TESTEMUNHO DE ROSE MARI MEIRA SOBRE UMA  GRAÇA ALCANÇADA.
ELA MESMO ENVIOU PELO FACEBOOK, 

Tudo começou em dezembro de 1998, quando fiquei muito mal e fui me tratar em Porto Alegre, fiquei 61 dias hospitalizada e viajando sempre muito doente, pois em S.C. onde eu moro os médicos não sabiam o que eu tinha, descoberta a doença começaram a me dar dosagens muito altas de corticoide, e assim foi por 11 anos até que em maio de 2011 me convidaram pra ir a Apucarana que tinha a aparição de Nossa Senhora de Lourdes e que o Sr. que falava com a Virgem Maria era muito simples e que rezava muito pelas pessoas que iam até lá atrás de cura e oração e lá fui eu sem poder andar direito com dores pois eu tinha uma bactéria (chamada Crioglubolenemia) no rim e afetava as minhas pernas, era horrível, sentia as minhas pernas queimarem, sentia como se estivesse sendo queimada viva. Quando cheguei em Apucarana, pela primeira vez, em junho de 2011, percebi que estava no Céu com tanto carinho que recebi do Sr. Valdecir Moroti, ele me falou "ajoelha e reza que Nossa Senhora vai te curar" e foi assim que fiz, muitas orações e joelho no chão, depois disso fui mais três vezes e no dia 27 de fevereiro fui novamente e falei com o Sr. Valdecir: -Porque eu ainda não estou curada? Ele me falou: - Só falta uma coisa pra você fazer e daí sim a Virgem Santíssima vai te curar. Perguntei o que era, mas ele só disse "Ela vai falar no teu coração" e justamente quando eu saí da salinha dele eu senti uma vontade de almoçar aquela comida lá do Santuário e me veio uma renuncia fui até a capela e prometi que naquele dia eu não colocaria nada na boca até às 20:00 horas da noite e assim eu fiz. Quando chegou a hora que a Santinha veio fiquei grudada no Sr. Valdecir por que Ele falou que a Mãezinha iria me tocar, meu Deus do Céu parecia que eu ia explodir de emoção, chorei muito e ali falei tudo o que eu queria pois muitos anos me sentia uma pessoa sem alegria de viver, me sentia um peso pra minha família pois não tinha alegria de viver eu estava pedindo pra Deus me levar pra junto Dele, mas a minha sorte que Ele não ouviu eu pedir pra morrer e desse dia em diante não senti mais dor, não curou somente a mim, mas também toda minha família, hoje rezamos o terço em família e tudo está sendo curado não só fisicamente mas a alma e o coração. Ah, a cadeira de rodas que eu usava já não existe mais. Passei 2 anos na cadeira de rodas não podia ir num mercado, num Shopping nem pensar se não tivesse cadeira de rodas, e assim hoje pela Glória de Deus Pai todo Poderoso eu estou muito BEM e a Graça de Nossa Senhora de Lurdes e do Sr. Valdecir que me ensinou a rezar e reza por mim sempre. Cristão sem o terço e joelho no chão não existe!!!

Um comentário: